Críticas Ipsilon

Últimas

Sidney Poitier

Sidney Poitier: um homem do seu tempo

Jorge Mourinha

Recordar Sidney Poitier num documentário que explica muito bem a verdadeira importância que ele teve: alguém que soube existir no seu tempo e não se quis agarrar ao estrelato.

Ler mais

Boa Sorte, Leo Grande

Emma Thompson em busca do orgasmo perdido

Jorge Mourinha

Dois actores em estado de graça elevam ao patamar superior o que poderia ficar-se por um telefilme de qualidade britânica.

Ler mais

Os Jovens Amantes

Fanny Ardant no seu conto de Inverno

Luís Miguel Oliveira

O filme vale quase exclusivamente por Fanny Ardant, que há alguns anos que talvez não tivesse um papel assim, de encher as medidas.

Ler mais

Nheengatu - A Língua da Amazónia

Relato de uma aventura antropológica

Luís Miguel Oliveira

Se Nheengatu é “cinema e antropologia”, domínio nobre da tradição documental, é mais “antropologia” do que “cinema”.

Ler mais

Blonde

Norma Jean, puzzle de uma rapariga em queda

Vasco Câmara

Retrato estilhaçado de senhora, ambição e alguma lata para pegar no livro de Joyce Carol Oates, Blonde. Mas o filme de Andrew Dominik fica aquém do voo surreal que é o livro.

Ler mais

Não Te Preocupes, Querida

Ruído branco a afogar um filme simpático

Jorge Mourinha

O segundo filme da actriz Olivia Wilde é uma série B simpática mas confusa, com coisas boas mas sem arcaboiço para a sua ambição.

Ler mais

A Conferência

O teatro do Mal

Luís Miguel Oliveira

Registo sobriamente didáctico, o de A Conferência. Mas um didactismo justificado, porque a memória se apaga, a extrema-direita ressurge, e as palavras se banalizam.

Ler mais

Restos do Vento

Tristeza de vida, o interior português

Luís Miguel Oliveira

Restos do Vento é uma espécie de fábula exemplar que pedia outra violência, outra chama, outra complexidade no tratamento das personagens.

Ler mais

Athena

Athena é fogo de vista

Jorge Mourinha

Uma história das cités francesas filmada como se fosse um teledisco virtuoso com câmaras a rodopiar, que se reivindica tragédia mas não sabe como lá chegar. Athena, de Romain Gavras, na Netflix.

Ler mais