Críticas Ipsilon

Últimas

Ennio, o Maestro

Ennio Morricone: Maestro-Class

Jorge Mourinha

O realizador de Cinema Paraíso redime-se de muitos dos seus escorregões com um óptimo documentário onde Ennio Morricone dá, mais do que uma master-class, uma maestro-class de música para cinema.

Ler mais

Batem à Porta

Na cabana de M. Night Shyamalan, junto ao fim do mundo

Luís Miguel Oliveira

Batem à Porta: M. Night Shyamalan rejubilando com um mundo semi-bíblico, dominado por um justiceirismo sobrenatural, onde a razão é uma blasfémia.

Ler mais

Os Espíritos de Inisherin

Brendan Gleeson e Colin Farrell, os homens intranquilos

Jorge Mourinha

Os Espíritos de Inisherin põe Martin McDonagh, inspirado argumentista, às turras com Martin McDonagh, desinspirado realizador; se não fossem os actores talvez não houvesse filme.

Ler mais

Onde Fica a Casa do Meu Amigo?

Abbas Kiarostami e a infinita aflição da infância

Luís Miguel Oliveira

Quando Abbas Kiarostami se concentrou em cheio no universo infantil.

Ler mais

A Oeste Nada de Novo

O “horror da guerra”, em itálico e sublinhado

Luís Miguel Oliveira

Pesado e académico, pejado de clichés da vida no campo de batalha, é candidato a nove Óscares.

Ler mais

O Filho

Ver o balão de Florian Zeller a esvaziar-se

Luís Miguel Oliveira

Uma indiferença digna do mais anónimo telefilme: O Filho.

Ler mais

Aftersun

A última valsa de um pai e de uma filha

Luís Miguel Oliveira

Um filme singular: tenta encontrar uma forma própria de figurar essa coisa tão dificilmente figurável que é a “memória”.

Ler mais

Ursos Não Há

Em terra de ursos quem tem salmão é rei

Jorge Mourinha

Entre ficção e realidade, entre alegoria e metáfora, entre amor e morte, Jafar Panahi assina uma deslumbrante meditação moral sobre o acto de filmar.

Ler mais

Amadeo

Amadeo: é o pintor, não é a pintura

Luís Miguel Oliveira

Não precisava de ser um filme “sobre pintura”, mas remete o trabalho de Amadeo para a mera condição de adereço biográfico.

Ler mais

Guerra

O close up de um velho actor esquecido: José Lopes

Luís Miguel Oliveira

Filme belo, sim, sem dúvida, mas filme decepcionante, igualmente e ainda mais: Guerra.

Ler mais