Top Gun: Maverick

Votos do leitores
média de votos
Drama, Acção 131 min 2022 M/12 26/05/2022

Título Original

Top Gun: Maverick

Pete “Maverick” Mitchell tem um talento nato para pilotar aviões, algo logo notado quando, há 30 anos, ingressou na Academia Aérea. Mesmo com as múltiplas condecorações e o grande reconhecimento dos pares, ele continua a ser o instrutor de voo de espírito rebelde e contracorrente de outrora. Os anos passaram mas Maverick nunca deixou de estar convicto de que, por mais avançada que seja a tecnologia, o factor humano é fulcral para se ser um grande piloto. E isso prova-se constantemente, seja nos treinos, a combater no ar ou na pista de aterragem.
Realizado por Joseph Kosinski (“Tron: O Legado” e “Oblivion”), segundo um argumento de Ehren Kruger, Eric Warren Singer e Christopher McQuarrie, “Top Gun: Maverick” é a sequela do filme “Top Gun: Ases Indomáveis” (1986), da autoria de Tony Scott. Com Tom Cruise e Val Kilmer a assumirem as personagens do primeiro filme, o elenco conta ainda com as actuações de Miles Teller, Jennifer Connelly, Jon Hamm, Glen Powell, Lewis Pullman e Ed Harris. PÚBLICO

Realizado por

Joseph Kosinski

Elenco

Jon Hamm, Ed Harris, Tom Cruise, Jennifer Connelly, Val Kilmer, Miles Teller

Críticas Ípsilon

Não existem críticas dos nossos críticos.

Sessões

Críticas dos leitores

Um excelente filme de acção

Paulo Lisboa

Fui ver este filme, porque há 36 anos tinha visto o primeiro filme de Top Gun, do qual muito gostei, foi também a primeira vez que vi Tom Cruise a actuar e fiquei imediatamente apreciador da sua forma de actuar.
Gostei muito do filme, fez-me quase andar 36 anos para trás no tempo e recordar o excelente filme que vi na altura. Embora o actual filme seja também ele excelente. Tem uma boa actuação de Tom Cruise, um argumento interessante e actual. E tem ainda muito boas cenas de acção, com acrobacias aéreas do melhor que vi.
Estamos perante um excelente filme de acção, sobretudo para quem goste de Top Gun e de Tom Cruise.
Numa escala de 0 a 20 valores, dou 18 valores a este filme.

Continuar a ler

Boa segunda dose

JR

Para quem, há 36 anos, se deslumbrou com o Top Gun, esta continuação não deixará de ser interessante. Mas, ao mesmo tempo que evoluíam os aviões e os efeitos cinéfilos e visuais, nós envelhecemos. Tal como o Tom Cruise o Val Kilmer ou a bela Kelly McGillis que por ter envelhecido mal (engordado bem) nem sequer foi convidada. Para os indefetíveis, esta segunda dose está muito bem servida e apetitosa não faltando nenhum dos condimentos a dar sabor à coisa. Pessoalmente acabei por gostar do filme, apesar de certos clichés dispensáveis mas parece-me que os últimos 15 a 20 minutos estragam um pouco o cozinhado. Se tivéssemos ficado na morte anunciada de Maverick diria mesmo que estaríamos perante um excelente drama de ação. Assim não quis o realizador ou produtor e caiu-se num excesso dispensável de situações exageradamente inverosímeis. Mas, lá está, houve ali alguém que se apercebeu que ainda havia muito leite nas tetas da vaca (ou muito tirinho para disparar nas metralhadoras dos caças) e teria de se deixar em aberto a hipótese de uma terceira dose que a morte de Maverick tornaria impossível. Por fim, houve o cuidado de nunca se referir ou contextualizar o nome da nação hostil o que, nos tempos que correm em que sopram ventos de guerra, é sempre de louvar.

Continuar a ler

Top Gun: Maverick

Maria Pina

Gostei muito. Estive sempre atenta e interessada. Recomendo.

Continuar a ler

Bom Filme

NunoPereira

O que e feito da namorada do Maverick do primeiro Top Gun? Nem sei se morreu, se o traiu com outro, nada.....

Continuar a ler

Gostei

Paulo Marques

Vale a pena ir ver este filme. <br />Surpreendeu me pela positiva. <br />Nada com o primeiro mas mas dou nota 4.

Continuar a ler

Envie-nos a sua crítica

Preencha todos os dados

Submissão feita com sucesso!